Bingo!

Para finalizar a sexta-feira véspera de feriadão (segunda é feriado do padroeiro) fui com alguns amigos do trabalho em um bingo. O bingo promovido pela comunidade ucraniana de Campo Mourão foi realizado no salão de festas, ao lado da Igreja Ucraniana da cidade. Ao chegar ao salão de festas me lembrei que a última vez em que estive numa festa naquele local foi em 1978, logo após meu irmão ter nascido. Ou seja, fazia 34 anos que eu não pisava ali.

Além do bingo teve jantar, onde foi servido arroz carreteiro. E mesmo não tendo ganhado nenhum prêmio no bingo, acabou valendo o programa, pois demos boas risadas na mesa. E ganhei a noite quando a vice-prefeita passou por nossa mesa e disse que éramos um grupo de jovens bem alegres. Ser chamado de “jovem” estando próximo de completar 42 anos é um grande elogio!!! Kkk…

Fiquei por três pedras no prêmio principal, que era um cheque de R$ 5.000,00. E no nosso grupo teve uma menina que ficou faltando somente uma pedra para ganhar o prêmio principal. Se não ganhei nada, ao menos comi um monte. Mas não comi mais que o Guilherme e o Maico, pois estes são bons de garfo!!

Maico e sua noiva.

Sid e sua futura noiva.

Guilherme e sua quase noiva.

Hora do jantar.

Início do bingo.

Meninas com o pé "quase" quente.

Reveillon em Florianópolis

O reveillon foi bastante molhado, com muita chuva em Florianópolis. Mesmo assim foi bastante divertido. Quase em frente ao prédio onde estava teve show da Paula Fernandes sob muita chuva, na avenida Beira Mar Norte. E na virada do ano teve 15 minutos de queima de fogos, um espetáculo muito bonito. Pena que eu esqueci de carregar a bateria da câmera e quase fico sem fotos da virada. E agora que venha 2012, um ano que promete muitos desafios e coisas boas. Feliz 2012 a todos!!!!

Queima de fogos na virada do ano.

Um brinde a 2012.

Show da Paula Fernandes.

Beira Mar Norte.

Halloween

Hoje é Halloween (Dia das Bruxas) e essa data é bastante comemorada no Canadá. Na verdade o Halloween é o Carnaval deles. Três semanas antes já era possível ver lojas e casas enfeitadas para o Halloween. Não é feriado, mas na noite do dia 31 existem muitas festas pela cidade e nas escolas se comemora tal data. A noite as crianças saem pelas ruas, batendo de porta em porta e dizendo “trick or treat” (travessuras ou gostosuras).

O Halloween é um evento tradicional e cultural, que ocorre com especial relevância no Canadá, Estados Unidos, Irlanda e Reino Unido, tendo como base e origem as celebrações de antigos povos, que no transcurso da história foram se misturando. Se analisarmos o modo como o Halloween é celebrado hoje em dia, veremos que pouco tem a ver com as suas origens: só restou uma alusão aos mortos, mas com um caráter completamente distinto do que tinha ao princípio. Além disso foi sendo pouco a pouco incorporada toda uma série de elementos estranhos as suas origens ancestrais. Originalmente, o Halloween não tinha relação com bruxas. Os Estados Unidos foi que popularizaram a comemoração, principalmente através de seus filmes que são exportados para o mundo todo.

Portão enfeitado para o Halloween.

Jardim enfeitado para o Halloween.

Com a loira cadáver...

Esqueleto assustado...

Carneiro no Buraco

Hoje a tarde estive no Parque de Exposições aqui de Campo Mourão, dando uma olhada na Festa do Carneiro no Buraco. O parque estava lotado, tinha muita gente. Na arena de rodeio nem dava pra entrar, pois estava abarrotada. Andei bastante pelo lugar, onde acabei encontrando alguns amigos e parentes.

Festa do Carneiro no Buraco. (10/07/2011)

Festa do Carneiro no Buraco. (10/07/2011)

Festa do Medianeira

Ontem em Curitiba, passei a tarde na Festa Julhina do Colégio Medianeira, meu antigo local de trabalho. A festa estava boa, com muita gente e bastante animada. Nos últimos anos eu ia à festa para trabalhar e nem aproveitava. Já dessa vez aproveitei bastante e também revi amigos. E o mais gostoso foi ouvir de muitas pessoas que trabalham lá (não só de amigos) que eu faço falta, que no meu tempo as coisas funcionavam melhor, que eu deveria voltar. Isso para o ego é muito bom e me deixou feliz, com uma sensação de missão cumprida.

Festa Julhina do Medianeira. (09/07/2011)

21ª Festa Nacional do Carneiro no Buraco

Começa hoje aqui em Campo Mourão a 21ª Festa Nacional do Carneiro no Buraco. Particularmente não curto muito essa festa, pois não como carne de carneiro. Se fosse algum outro tipo de festa gastronômica, eu curtiria bem mais. De qualquer forma trata-se de um grandioso evento que movimenta a cidade. Para saber mais sobre a festa  acesse: http://www.carneironoburaco.com.br/novo/

Como surgiu o prato típico de Campo Mourão: A iguaria foi criada em 1962 (durante o período de disputa da Copa do Mundo no Chile) por três pioneiros da cidade, depois de assistirem a um filme em que vaqueiros preparavam alimentos sobre brasas, dentro de um buraco cavado no chão. Ênio Queiroz, Joaquim Teodoro de Oliveira e Saul Ferreira Caldas – todos já falecidos – resolveram experimentar o peculiar sistema, mas as primeiras tentativas foram frustradas. Ora os ingredientes não ficavam cozidos, ora era impossível consumir por estar impregnado pela fumaça. Também não foi fácil acertar a melhor combinação entre legumes, tubérculos, condimentos, carne e até fruta. Mas valeu a curiosidade e persistência. No início servido esporadicamente apenas em festas de amigos, o prato foi ganhando fama e na década de 80 passou a ser servido também quando autoridades visitavam a cidade. Um movimento encabeçado pela confraria da Boca Maldita local levou a oficialização da iguaria como prato típico do Município em 1990, na gestão do prefeito Augustinho Vecchi durante a ocupação interina do cargo por Elmo Linhares. A 1ª Festa do Carneiro no Buraco foi realizada já no ano seguinte. Na primeira festa foram servidos 70 tachos, para cerca de 4.200 pessoas. Atualmente são 140 tachos para nove mil pessoas. Em 2003 por iniciativa da administração municipal foi transformadaem Festa Nacional. Oevento, que acontece sempre em meados de julho, acabou transformando o prato típico em verdadeiro símbolo de Campo Mourão, divulgando o Município em todo o Brasil em outros países. 

O preparo da Iguaria: O prato típico de Campo Mourão é cozido em um buraco de 1,50 metrosde profundidade e abertura de 1,05 metros, com dois metros cúbicos de lenha seca e um tacho de 30 polegadas, com tampa metálica. Os ingredientes do tempero são batidos no liquidificador, a carne cortada em pedaços pequenos, a qual deve permanecer por três horas na vinha. No tacho untado, a primeira camada é sempre de chuchu e abobrinha. Em seguida, alternam-se as camadas de carne e legumes. No final, colocam-se por cima os tomates, as cebolas e maçãs, inteiros. O restante do tempero que sobrou da vinha é despejado no tacho por cima de todos os legumes. Após a queima de dois metros de lenha no buraco, por um período de seis horas, é descido o tacho, que fica sobre as brasas e coberto com uma tampa metálica e vedado com terra. Ganchos especiais são usados na colocação e retirada do tacho. Após seis horas, a iguaria está pronta. O pirão é preparado com caldo retirado do tacho e farinha de mandioca torrada, além de cheiro verde e pimenta a gosto. O Carneiro no Buraco é servido acompanhado ainda de arroz branco e salada de almeirão. Pode ser acompanhado de vinho, cerveja ou refrigerante. Um tacho dá para cerca de 60 pessoas. Tempo de preparação: aproximadamente 12 horas.

Fonte: Clube da Panela – responsável pela Cozinha Única “Tony Nishimori”.

Na noite de sábado dois rituais marcam ainda a Festa Nacional do Carneiro no Buraco. O primeiro é espetáculo “O Guardião do Fogo”, realizado na Arena do Parque de Exposições pela Fundação Cultural do Municipio a partir de recursos cênicos. No local é apresentada a história da criação do prato típico, desde a descoberta do fogo, até aspectos da recente colonização do Município, e finalmente a implantação do prato típico. Na mesma noite acontece o Ritual do Fogo, com o acendimento dos buracos, às 23h. Durante o ritual, autoridades, atiradores do Tiro de Guerra, entidades e patrocinadores conduzem o fogo com o qual serão acesos os buracos. O cortejo segue em caminhada pelo Parque até o Buraco nº 1, e depois ao Pavilhão dos Buracos e lá solenemente as autoridades fazem o acendimento num clima de magia e rara beleza. No domingo é realizado Ritual de Retirada dos Tachos, o mesmo cortejo se repete com a abertura do tacho nº 01 que marca o início do almoço com o delicioso Prato Típico Carneiro no Buraco.

21ª Festa Nacional do Carneiro no Buraco

O prato típico já pronto.

Churrasco

Após o expediente rolou um churrasco com o pessoal do trabalho, na casa da Paulinha. O churrasco estava bom e o papo melhor ainda, tanto é que fomos embora pouco antes da meia-noite.

O pessoal reunido para uma fotinha.

O pessoal reunido para uma fotinha.

Churrasco no quintal.

Churrasco no quintal.

Com Joslaine, Mauricio, Leonardo e Adriana.

Com Joslaine, Mauricio, Leonardo e Adriana.

Com Swami e Paulinha.

Com Swami e Paulinha.

Com Cássio (o dono da casa) e sua sogra.

Com Cássio (o dono da casa) e sua sogra.