Corrida Fecam

Após quase oito anos e meio, voltei a participar de uma corrida de rua. Durante dez anos participei ativamente de corridas de rua e tive que parar de correr em 2010, por ordens médicas. Recentemente voltei a correr, e a treinar com a equipe Ricardo Alleman Assessoria Esportiva.

A corrida da Fecam ( Fundação Cultural de Campo Mourão) foi de 5 km. Estava contundido, sentindo muita dor na panturrilha direita e achei que não conseguiria completar a prova. Mas com esforço e boa vontade, consegui correr os 5km da prova. E também foi bom rever e correr juntos com alguns amigos.

BRXS4229

IMG_1717

Stand-up com Diogo Portugal

Sou fã de comédia stand-up há muitos anos, desde tempo em que assistia a série Seinfeld. E no Brasil meus humoristas de stand-up favoritos são, Diogo Portugal e Afonso Padilha. E hoje tive a oportunidade de assistir um show do Diogo Portugal. Foram uma hora e meia de muitas risadas, algumas vezes chegava a escorrer lágrimas de tanto rir.

IMG_1357

IMG_1343

IMG_1350

 

Oscar 2018

Já virou tradição aqui no blog, já faz alguns anos, eu assistir e comentar sobre os filmes que concorrem ao Oscar de melhor filme no ano. Tenho experiência de assistir a cerimonia de entrega do Oscar há mais de trinta anos, tendo perdido umas poucas apenas. E vejo muitos filmes, gosto muito de cinema. Então me acho capaz de falar sobre os filmes concorrentes, logicamente após ter assistido a todos os nove filmes que concorrem a melhor filme esse ano. Até agora não aconteceu do filme que eu mais gostei entre os concorrentes, ter ganho o Oscar de melhor filme. Das duas uma, ou sou pé frio, ou os membros da Academia de Cinema que elegem os filmes, não entendem nada de cinema. Brincadeiras a parte vamos lá, falar sobre os filmes…

Dos nove filmes que concorrem ao Oscar de melhor filme em 2018, tem poucos bons, alguns razoáveis e um muito ruim. Isso na minha modesta opinião! Mais uma vez sofri para conseguir assistir todos os filmes antes da cerimônia de entrega do Oscar, para ter tempo hábil de postar sobre os filmes aqui no blog. Tanto é, que a prova de tal dificuldade é eu estar postando sobre os filmes apenas um dia antes da cerimônia do Oscar. E mais uma vez minha maior dificuldade é que o único cinema de minha cidade costuma passar filmes de alto apelo comercial e ignora a maioria dos filmes que concorrem ao Oscar de melhor filme. Alguns filmes nem passam por aqui! Dos nove filmes concorrentes, um assisti no cinema em outra cidade e os demais consegui baixar na internet. Sei que isso não é legal, que cheira a piratagem e tal, mas ou faço isso ou não vejo os filmes.

Os filmes concorrentes, na ordem de minha preferência e torcida:

1° – Lady Bird: é hora de voar

Escolhi Lady Bird como o primeiro da lista, no último minuto, quando comecei a escrever essa postagem. E confesso que em algumas passagens do filme vi partes da história de minha adolescência passando na tela, com as mesmas dúvidas, sonhos e dramas. O filme conta a história de uma garota de personalidade forte, em uma família que passa por dificuldades financeiras, onde o pai acaba de perder o emprego. E no meio dessa turbulência, a garota precisa decidir sobre mudar de cidade, ir fazer a faculdade que deseja e lutar pelos seus sonhos. Mas enquanto sua hora não chega, ela não foge de suas obrigações e responsabilidades, dividindo seu tempo entre os estudos, o trabalho ruim e a descoberta do amor. Essa história mesmo sendo de uma personagem feminina, tem muito em comum com a minha história de vida entre meus 13 e 18 anos. Então minha torcida vai para Lady Bird, mesmo sabendo que não vai vencer como melhor filme.

lady-bird

2° – Três anúncios para um crime

Esse filme só ficou em segundo lugar em minha lista, por culpa de seu final, que achei inconclusivo e detesto filmes sem final definitivo. Mas o filme é muito bom e prende a atenção do expectador até o fim. O filme conta a história de uma mãe que cansada da ineficiência da polícia na solução do assassinato de sua filha, resolve protestar utilizando anúncios críticos em três outdoors existentes próximos ao local onde sua filha foi morta. Esse protesto silencioso desencadeia uma série de acontecimentos, somados a pessoas que apoiam e outras que criticam ferozmente sua atitude.

0063535

3° – Dunkirk

Baseado em fatos reais, com algumas pequenas “licenças poéticas”, o filme conta sobre a retirada de tropas aliadas que estavam encurraladas pelos alemães numa praia francesa, no início da Segunda Guerra Mundial. Achei o filme muito bem feito, e o interessante é que não existe um personagem principal. São três histórias distintas, mas interligadas. Uma se passa no céu, outra no mar e a última em terra.

110585.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

4° – A forma da água

É o filme com maior quantidade de indicações no ano, treze. E acredito que seja o ganhador como melhor filme. Mas pode acontecer o mesmo que ano passado, quando o provável vencedor perdeu para um filme pouco cotado. O filme é meio que uma fábula, onde uma muda se apaixona por uma criatura aquática. É um amor impossível na teoria, pois ambos são de mundos completamente diferentes. O filme é de época, se passa nos anos sessenta, no auge da Guerra Fria entre Estados Unidos e União Soviética. Um detalhe que me chamou atenção foi na trilha sonora, onde aparece uma música em português, cantada pela portuguesa/brasileira Carmen Miranda.

3044833.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

5° – O destino de uma nação

Baseado em fatos reais, ocorridos durante a Segunda Guerra Mundial. Para entender melhor o filme é preciso que o espectador entenda um pouco sobre história, senão vai ficar cheio de interrogações e não entendera muita coisa.  O filme conta como o primeiro ministro inglês, Winston Churchill, lida com difíceis situações durante a guerra. O filme foge um pouco da história real e tem algumas das famosas “licenças poéticas”. A principal delas é a cena em que Churchill anda de metrô em Londres, e conversa com os passageiros. É um bom filme, mas será interessante somente para quem gosta e conhece um pouco mais de história, principalmente da época da Segunda Guerra Mundial. E no filme é mencionado a retirada de soldados de “Durkirk”, cuja história completa é o terceiro filme dessa lista. 

WhatsApp-Image-2018-01-24-at-16.45.22-1

6° – The Post: a guerra secreta

Filme baseado em fatos reais, conta sobre como o jornal The Whasington Post conseguiu cópias e publicou documentos sigilosos sobre a Guerra do Vietnã. No elenco dois grandes vencedores do Oscar, Tom Hanks e Maryl Streep. O filme é muito interessante para o publico norte americano, pois conta sobre um época delicada de sua história. Para o resto do mundo acaba não sendo tão interessante assim. Mas para quem gosta de cinema, que é meu caso, só para ver Tom Hanks e Maryl Streep atuando juntos, vale a pena ver o filme.

aas

7° – Trama fantasma

O filme é baseado em fatos reais e conta a história de um costureiro que na década de 1950 deixa os Estados Unidos, para viver em Londres. Lá ele passa a “vestir” a realeza britânica e as celebridades locais. No papel do costureiro está o grande ator e vencedor de três Oscars, Daniel Day-Lewis, que se manter a palavra, esse será seu último filme, pois ele vai se aposentar. O filme vai muito pelo lado psicológico do personagem principal, e confesso que o achei meio chato e sem graça.

2170878

8° – Me chame pelo seu nome

O filme se passa numa tranquila região italiana, e conta sobre a temporada de férias de um adolescente, quando ele conhece um homem mais velho que foi passar a temporada em sua casa, com sua família. E então o adolescente descobre o amor homossexual. Ano passado o filme vencedor como melhor filme tinha temática homossexual, o que está na moda. Mas indiferente da temática do filme, ou da preferencia sexual de cada um, o filme tem um ritmo muito lento, que dá sono. Assisti o filme deitado confortavelmente em minha cama e não lembro quantas vezes acabei cochilando e tive que voltar o filme para assistir o que tinha perdido durante os (não tão breves) cochilos.

5940465.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

9° – Corra!

Achei esse filme horrível! É meio que uma história de horror, com tema racista. Nos Estados Unidos muita gente diz que tal filme retrata o governo Donald Trump. O filme gira em torno de um casal interracial e um final de semana em que o namorado negro vai conhecer os pais da namorada branca, numa das regiões mais racistas dos Estados Unidos. E nesse final de semana muitas coisas estranhas acontecem. Coisas tão estranhas que deram sono. Achei o filme uma droga!

577190