Darwin Day

Ontem, 12 de fevereiro, foi comemorado o “Darwin Day”. Charles Darwin nasceu em 12 de fevereiro de 1809, e na data de seu aniversário, seus muitos admiradores espalhados pelo mundo, promovem uma homenagem anual batizada de Darwin Day (Dia de Darwin). O objetivo principal de tal comemoração é ressaltar suas contribuições para a humanidade, pois o inglês Charles Darwin (1809-1882), foi um dos cientistas mais importantes da história. O naturalista revolucionou os conceitos sobre a evolução das espécies por meio da teoria da seleção natural. A teoria de Darwin, apesar de comprovada cientificamente, ainda encontra resistência, principalmente entre os defensores do criacionismo que recusam a evolução.

Uma antiga paixão quase prejudicou a grande viagem da vida de Darwin. Uma mulher quase impediu que Darwin embarcasse no navio HMS Beagle e participasse da expedição, que foi fundamental para os estudos do naturalista sobre a origem das espécies. A antiga namorada Fanny Owen, retomou contato com Darwin meses antes da missão se iniciar. A paixão entre o casal reacendeu e a jovem prometeu esperar o retorno de Darwin. No entanto, ao chegar ao Rio de Janeiro, no início de 1832, o naturalista recebeu uma carta dizendo que Fanny Owen iria se casar com outro. Darwin superou a desilusão amorosa e não abandonou a viagem.

Uma grande dúvida também atormentou Charles Darwin durante algum tempo. Meses antes de casar com sua prima Emma Wedgwood, Darwin resolveu enumerar os prós e os contras do casamento. A partir do seu dilema ele escreveu uma obra, “This is the Question” (Esta é a questão). Pelos argumentos de Darwin, contra o matrimônio pesavam o fim da liberdade de ir para onde quisesse, as despesas e a ansiedade gerada com o nascimento dos filhos. Mas havia algumas vantagens, ponderou, como ter uma esposa e filhos, seria uma aposta contra a solidão. “Essas coisas são boas para a saúde”, destacou na lista publicada pelo site do Darwin Project, que disponibiliza digitalmente documentos importantes da história do naturalista. Depois de muito pensar, no dia 29 de janeiro de 1839, Darwin finalmente se casou. O casamento com Emma Wedgwood deu tão certo que eles tiveram dez filhos.

Em 2009, um exemplar da primeira edição do livro de Darwin, “A origem das Espécies” foi adquirido em um leilão, por cerca de R$ 430.000,00. O exemplar do livro tinha ficado esquecido por anos na estante da casa de uma família que morava na Inglaterra. O leilão coincidiu com o 150º aniversário da publicação do livro. Em 1859, o livro de Darwin foi o mais vendido do ano, com uma tiragem de 1.250 exemplares.

Durante a viagem do navio HMS Beagle, Darwin passou pelo Brasil e ficou impactado com a escravidão. Em um episódio de sua viagem, junto a um rio que banha o estado do Rio de Janeiro, Darwin sentiu vergonha ao tentar se comunicar com um escravo. O naturalista utilizou mímica e outros gestos, mas o negro achou que o cientista iria espancá-lo.

A teoria do naturalista contradiz um dos principais dogmas da religião católica, que é a crença de que Deus criou as espécies tal como elas existem. Conforme avançava em sua teoria, ele percebeu que a evolução poderia colocar em risco os dogmas da religião de sua querida esposa. Por essa razão, ele adiou a publicação de “A Origem das Espécies”, publicando o livro somente quando percebeu que o zoólogo Alfred Russel Wallace havia chegado à mesma conclusão.

Darwin Day 2015.

Darwin Day 2015.

The Origin of Spices.

The Origin of Species.

imagesA9ONMYQN

Livro: A Origem das Espécies.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s