Two and a Half Men

Assisti hoje ao episódio duplo, que foi o último de Two and a Half Men, minha série de TV favorita. A série infelizmente chegou ao final! Foram doze temporadas, que tiveram altos e baixos, principalmente após a saída de Charlie Sheen no inicio de 2011 e a posterior entrada de Ashton Kutcher. A partir disso, boa parte dos episódios se tornou sem graça. Mesmo assim me mantive fiel a série e com esperança de que Charlie Sheen retornasse. Mas o retorno não ocorreu e no dia 19 de fevereiro deste ano, a série chegou ao fim, mesmo tendo ainda enorme sucesso de público. Two and a Half Men é uma das séries de maior sucesso da história da TV.

Conheci a série por acaso, em 2007, quando ela começou a passar no SBT. Estava mudando de canal e me detive quando vi o Charlie Sheen na tela. Era o primeiro episódio da primeira temporada. Gostei do que vi e no dia seguinte comentei sobre a série com o Mauricio, meu colega de trabalho na época. Ele também tinha assistido a série e gostado. Fui pesquisar sobre a série e descobri que ela existia desde 2003 e que nos Estados Unidos já estava na quarta temporada. Pesquisei mais um pouco e descobri que já existia no Brasil, para venda, o Box com a primeira e segunda temporada completa da série. Dei logo um jeito de comprar, pois depender do SBT para assistir a série, e ainda por cima com atraso de algumas temporadas, não era uma boa opção. Ela também passava na TV a cabo, na Warner, mas como eu não tinha TV a cabo na época, o jeito foi comprar os dois primeiros Box lançados no Brasil. Depois de um tempo consegui um contato, que de tempos em tempos me enviava um DVD com alguns episódios atuais da série. E a partir de 2011 a coisa melhorou, pois passei a conseguir na internet os episódios atualizados, um ou dois dias após passarem nos Estados Unidos.

Tenho todos os 262 episódios de Two and a Half Men guardados num HD externo, e daqui uns cinco anos pretendo assisti-los novamente. Creio que cinco anos é tempo suficiente para esquecer de muita coisa que vi e dar boas risadas novamente com a série. Fiz o mesmo com Seinfeld, que foi outra série longeva de humor, da qual gostava muito. A única diferença é que Seinfeld, tenho todos os episódios guardados em DVD.

Two and a Half Man

Dois Homens e Meio (no original, Two and a Half Men) é uma série de televisão americana criada por Chuck Lorre e Lee Aronsohn, que estreou no dia 22 de setembro de 2003 e encerrou-se no dia 19 de fevereiro de 2015.

Situada na praia de Malibu, Califórnia, a atração é sobre dois irmãos bem diferentes um do outro. Charlie Harper um solteiro que está sempre de bem com a vida, se envolvendo com jogos, bebidas, e mulheres. Charlie tem um irmão, chamado Alan Harper, que tem um filho, Jake Harper, que junto com ele passa a morar com Charlie em sua mansão na praia de Malibu, depois que sua esposa Judith pede divórcio.

No dia 15 de janeiro de 2011, na sua oitava temporada, a produção suspendeu as gravações de alguns episódios para que Charlie Sheen se tratasse de sua dependência química. No dia 24 de fevereiro do mesmo ano, a Warner Bros e o empresário de Sheen, Stan Rosenfield, disseram que as filmagens seriam retomadas com o regresso do ator. Mas, no dia seguinte, em 25 de fevereiro, Charlie fez declarações ofensivas para a produção do programa, mesmo assim continuou no seriado por mais um mês. Em 7 de março de 2011, Charlie Sheen foi demitido após ofender novamente os diretores da série. Em 13 de maio a Warner Bros anuncia a contratação de Asthon Kutcher para a série.

Com um novo enredo, a série passa a ter Walden Schimidt (Aston Kutcher), um bilionário da internet que compra a antiga casa de Charlie Harper. Sem ter para onde ir, Alan pede para que Walden deixe ele passar uns dias em sua nova casa, com pena de Alan, Walden o acolhe.

Em maio de 2014, após quedas na audiência, a rede de televisão americana CBS anunciou que a série seria cancelada após a décima segunda temporada. E no dia 19 de fevereiro de 2015 a série finalmente chegou ao fim, com a exibição de um episódio duplo que atingiu grande audiência.

Formação original de Two and a half Men.

Formação original de Two and a half Men.

two-and-a-half-men

Formação com Ashton Kutcher.

1t

Box da 1ª Temporada (USA).

9tt

Box da 9ª Temporada (Brasil).

Elenco original de Two and a half Men.

Elenco original de Two and a half Men.

Túnel do Tempo: “Cão amamentando gatos”

Essa foto é de 1992 e mostra a Bolinha II, amamentando três gatinhos cuja mãe tinha morrido atropelada. O detalhe é que a Bolinha II nunca tinha criado antes, e desenvolveu leite somente para alimentar os gatinhos. Ela foi uma verdadeira mãe para os três bichanos!boli

Rainha Elizabeth II

Você sabia que a Rainha Elizabeth II foi a primeira mulher da Família Real Britânica a entrar para o serviço militar?

Em 1945, com apenas 18 anos, a então Princesa Elizabeth convenceu seu pai de que deveria contribuir diretamente nos esforços da guerra. Foi aí que ela se juntou ao Serviço Territorial Auxiliar da Divisão de Mulheres do Exército Britânico, onde foi treinada para dirigir e consertar veículos militares. Devido ao seu trabalho exemplar, a princesa foi promovida a comandante júnior.

A Rainha Elizabeth II é a última Chefe de Estado viva a servir uniformizada na Segunda Guerra Mundial.

Fonte: https://vivimetaliun.wordpress.com

Rainha Elizabeth II na época da II Guerra.

Rainha Elizabeth II na época da II Guerra.

images

Elizabeth II.

 

Birdman

Birdman venceu o Oscar de melhor filme, confirmando seu favoritismo. Eu cheguei à conclusão que diferente do que imaginava, não entendo nada de cinema. Dos oito concorrentes à melhor filme, Birdman era justamente o último de minha lista de preferências. Ou eu não entendi o filme, ou realmente não entendo nada de cinema, ou meu gosto cinematográfico é diferente de quase todos os membros da Academia de Cinema, que elegem os filmes do Oscar.

Nos dois últimos anos, quando fiz minha lista de preferências com os filmes concorrentes ao Oscar de melhor filme, teve um ano que o terceiro filme de minha lista foi o vencedor, e no outro ano o segundo filme de minha lista acabou vencendo. Então fiquei meio que me achando um entendedor de cinema, mas a partir de agora vou me recolher a minha insignificância e continuar sendo tão somente um consumidor de filmes, sem querer me achar um critico de cinema. Posso até continuar fazendo minhas listas anuais do Oscar, mas vai ser de forma bem humilde.

E ainda esta semana vou assistir Birdman uma ou duas vezes, para tentar entender onde foi que errei, achando o filme ruim…

01No passado, Riggan Thomson fez muito sucesso interpretando o Birdman, um super-herói que se tornou um ícone cultural. Entretanto, desde que se recusou a estrelar o quarto filme com o personagem sua carreira começou a decair. Em busca da fama perdida e também do reconhecimento como ator, ele decide dirigir, roteirizar e estrelar a adaptação de um texto consagrado para a Broadway. Entretanto, em meio aos ensaios com o elenco formado por Mike Shiner, Lesley e Laura, Riggan precisa lidar com seu agente Brandon e ainda uma estranha voz que insiste em permanecer em sua mente.

Estão no elenco do filme: Michael Keaton (Riggan Thomson), Edward Norton (Mike Shiner), Emma Stone (Sam Thomson), Naomi Watts (Lesley), Zach Galifianakis (Jake), Andrea Riseborough (Laura), Amy Ryan (Sylvia Thomson), Lindsay Duncan (Tabitha Dickinson), Merritt Wever (Annie) e Jeremy Shamos (Ralph). O longa foi dirigido por Alejandro González Iñárritu, e produzido por Alejandro González Iñárritu, John Lesher, Arnon Milchan e James W. Skotchdopole.

O filme nos conta a história de Riggan Thomson, um ator dos anos 90, que vive na sombra de seu personagem mais famoso, Birdman. Em decadência e perturbado pela voz de Birdman em sua cabeça, lhe dizendo o que fazer, Thomson decide se reerguer. Com isso ele arrisca tudo, para fazer com que sua peça (Dirigida, roteirizada e estrelada por ele mesmo) seja um sucesso, pois isso não apenas o salvará, mas também ao teatro em que trabalha. Seu agente, Brandon acha que o que ele está tentando fazer é muito arriscado e que a idéia de contratar um ator famoso (e caro) pode dar muito errado, pois eles não possuem o dinheiro para o seu cachê, e que a peça pode não dar o retorno esperado. Mesmo assim, entre diversas dificuldades, brigas familiares, e desentendimentos por parte do elenco, ele continua esperançoso.

O filme nos mostra uma face diferente do meio artístico, onde certos desentendimentos podem causar a ruína de uma pessoa. Mostra-nos a pressão que um ator tem em cima de si, e conseqüentemente a loucura.

Quando vê sua carreira indo de mal a pior, Riggan começa a enlouquecer, ele continua se vendo na sombra de seu personagem, as pessoas não o vêem como um ator, mas como o herói de um filme antigo, e com isso ele começa a se ver como o Birdman. Ele tem alucinações, começa a achar que possui poderes.

Outra parte interessante do filme foi terem mencionado os super-heróis atuais que nos são apresentados no cinema. No início do filme, vemos Robert Downey Jr dando uma entrevista sobre o novo filme dos Vingadores, e com isso Riggan fica enojado, e diz ser um ator melhor. Quando eles estão escolhendo os atores, é mencionado o nome de Jeremy Renner (Gavião Arqueiro), mas o gerente nunca ouviu falar dele, mesmo o Thomson ter falado que ele é um vingador. Em algumas cenas, vemos pessoas vestidas como o Homem-Aranha e Homem de Ferro na rua.

O filme não possui um vilão, apenas que na Broadway, as pessoas fazem de tudo para conseguir o sucesso, e com isso existe uma rivalidade, e conseqüentemente tenta fazer seus rivais falharem.

Fonte: http://theamazingnerd.com

02

Cartaz de “Birdman”.

03

Birdman seguindo Birdman.

04

Entrega do Oscar de “Melhor Filme”.

Oscar 2015

No próximo domingo, dia 22, será realizado mais uma entrega do Oscar, o prêmio máximo do cinema. E mais uma vez consegui assistir a todos os filmes que concorrem ao Oscar de melhor filme. E novamente foi difícil conseguir assistir a todos os oito filmes concorrentes, pois na minha cidade o cinema é ruim e filmes bons quase não passam por aqui. Tem filmes do Oscar do ano passado que nem passaram por aqui. Diante desse problema, tive que recorrer a internet para assistir aos filmes antes da entrega do Oscar e poder fazer esta postagem aqui no Blog.

Este ano tem filmes muito bons concorrendo na categoria Melhor Filme. E dos oito concorrentes, quatro são baseados em histórias reais, sinal de que a vida real dá boas histórias para se contar no cinema.

Abaixo segue a lista dos indicados a melhor filme, na ordem de minha preferência e torcida. Nos dois últimos anos, quando fiz listas iguais a essa, a minha terceira opção é que foi a vencedora em 2013 e minha segunda opção a vencedora em 2014. Quase acertar os vencedores nos dois últimos anos é sinal de que entendo um pouco de cinema. Aliás, cinema é uma de minhas paixões desde criança! Atualmente não vejo muitos filmes no cinema, vejo muitos filmes em casa. No passado teve anos em que eu cheguei a assistir setenta e dois filmes no cinema. Hoje em dia para mim é mais confortável assistir filmes em casa, numa TV gigante de Led com 3D, e podendo obter na internet filmes recém lançados que muitas vezes demoram para chegar ao Brasil e outras vezes nem passam por aqui.

00

Minha ordem de preferência pelos filmes que concorrem ao Oscar de Melhor Filme em 2015, ficou assim:

1°) Sniper Americano

Autobiografia de Chris Kyle, atirador de elite da Marinha norte americana, que lutou no Iraque e teve em seu currículo cerca de 160 mortes. Chris Kyle foi considerado o mais letal atirador da história das forças armadas dos Estados Unidos.

Gostei muito desse filme, que conta uma história real e tem um final triste e surpreendente. O final é algo recente, que ocorreu em 2013. O filme foi baseado num livro com o mesmo nome. 

01

2°) Whiplash: Em busca da perfeição

Este filme conta a história de um baterista de jazz, que frequenta uma das melhores escolas de música do mundo. Apaixonado pelo instrumento e desejando ser “grande”, ele abraça na primeira oportunidade a chance de trabalhar ao lado do temido maestro Fletcher em sua famosa banda. O maestro, porém, tem métodos nada ortodoxos de ensino e não demora a humilhar o baterista novato.

Achei o filme muito bom! Ele mostra como empenho e força de vontade nos faz vencedores. E ao mesmo tempo também mostra que não devemos largar tudo, para conquistar um sonho…

02

 3°) A Teoria de Tudo

Baseado na biografia de Stephen Hawking, o filme mostra como o jovem astrofísico fez descobertas importantes sobre o tempo, além de retratar o seu romance com uma aluna de Cambridge e a descoberta de uma doença motora degenerativa quando tinha apenas vinte e um anos.

Filme gostoso de assistir e que mostra a história de um personagem importante de nosso tempo e fala sobre superação e amor.

04

4°) Selma

Drama histórico sobre a campanha por direitos civis dos negros nos Estados Unidos. O filme conta a campanha que tomou espaço na cidade de Selma, no Alabama, onde cidadãos negros tiveram seus direitos a voto negados sistematicamente. O caso chamou atenção e ganhou envolvimento de Martin Luther King.

Outro filme real e muito bom, que conta uma passagem importante na história norte-americana, que contou com a participação de Martin Luther King.

03

5°) O Jogo da Imitação

Cinebiografia do gênio matemático Alan Turing, que durante a Segunda Guerra Mundial, trabalhou com os Aliados na decodificação das máquinas Enigma, ajudando a quebrar códigos de mensagens secretas nazistas e auxiliando na vitória aliada. Turing foi um gênio matemático e nome fundamental às ciências da computação. Ele foi criminalmente processado por ser homossexual no início da década de 1950. Ele poderia escolher a castração química ou a prisão, e ficou com a primeira opção. Desmoralizado, cometeu suicídio comendo uma maçã contaminada com cianureto. Reza a lenda que a Apple (“maçã”) de Steve Jobs teria sido batizada em homenagem a Turing.

Outro filme que conta uma história real e tem uma ótima produção de época. Para ser sincero até que gostei do filme, mas na hora de decidir quais achava melhores, acabei optando por outros filmes por pouquíssima diferença.

06

6°) O Grande Hotel Budapeste

No período entre as duas guerras mundiais, o famoso gerente de um hotel europeu conhece um jovem empregado e os dois tornam-se melhores amigos. Entre as aventuras vividas pelos dois, constam o roubo de um famoso quadro do Renascimento, a batalha pela grande fortuna de uma família e as transformações históricas durante a primeira metade do século XX.

Filme agradável de assistir, com bons atores e um produção de época muito bem feita.

05

7°) Boyhood da Infância a Juventude

O filme foi gravado durante doze anos e mostra a vida do personagem Mason, dos cinco aos dezoito anos. Na verdade o filme é menos sobre a história de um menino, e mais sobre o passar do tempo, sobre coincidências, sobre como a vida de todos nós daria, sim, um filme.

O interessante no filme é a mudança que é possível notar nos atores, no transcorrer de doze anos de filmagens. O filme tem quase três horas de duração, mas confesso que não gostei. Me deu sono! E é visível a “embarangada” que a atriz principal teve nos doze anos que levaram para gravar o filme (gravavam uns dias a cada ano). 

07

8°) Birdman

Um ex-ator de cinema, famoso por interpretar um icônico super-herói, chamado Birdman, monta uma peça na Broadway para tentar reconquistar suas glórias passadas. A trama se passa no transcorrer de três dias, em que o ator lida com problemas com a família e a carreira.

Filme com muito dialogo e algumas “viagens”. Algumas pequenas partes bastante interessantes. Mas no geral não gostei do filme!

08

Mais Coca-Cola

Consegui novos itens para minha coleção da Coca-Cola. Dessa vez foram latas de Coca-Cola do Japão, México e Chile. E também garrafas de alumínio brasileiras, da Copa do Mundo e do Natal. Já perdi a conta de quantos itens tenho na coleção e preciso fazer um inventário urgentemente. Mas devo ter cerca de 500 itens, sendo muita coisa importada.

Estou a procura de latas de Coca-Cola, anteriores há 1990. E também da Coca-Cola Life, que é verde. Se alguém quiser me doar esses itens, basta entrar em contato.

Coca-Cola: Brasil, Brasil, México, Japão, México, Chile e Japão.

Coca-Cola: Brasil, Brasil, México, Japão, México, Chile e Japão.

Túnel do Tempo: “Ponte da Amizade”

Essa foto “achei” no acervo da família. Ela retrata a Ponte da Amizade, na fronteira do Paraguai com o Brasil (Foz do Iguaçu). A foto foi tirada em 1965, logo após a inauguração da ponte. Só não consegui descobrir ao certo quem tirou a foto, se foi meu pai ou meu avô. A foto está meio tremida, pois foi tirada a partir de um veículo em movimento.

Ponte da Amizade (1965)

Ponte da Amizade (1965)

Darwin no Brasil

Em 2008, comemorou-se 150 anos da teoria da seleção natural, proposta em conjunto pelos naturalistas britânicos Charles Darwin (1809-1882) e Alfred Wallace (1823-1913). A efeméride é a ocasião de relembrar a passagem dos dois naturalistas pelo Brasil e a contribuição das observações feitas por ambos em nosso país para a formulação da teoria que mudou a biologia.

A passagem de Darwin pelo Brasil foi o foco da conferência do físico e historiador da ciência Ildeu de Castro Moreira na reunião anual da SBPC. Moreira, que dirige o Departamento de Popularização e Difusão da Ciência do Ministério da Ciência e Tecnologia, está tentando reconstituir os diferentes passos da passagem do naturalista inglês pelo país e está envolvido na organização de vários eventos comemorativos dos 150 anos da teoria da seleção natural.

Darwin passou pelo Brasil a bordo do Beagle, navio encarregado de dar a volta ao mundo fazendo medições importantes para a marinha britânica. Recém-formado, aos 24 anos, Darwin era o naturalista de bordo, incumbido de fazer observações geológicas e biológicas durante a expedição. Na viagem, que durou quase cinco anos, o inglês coletou material e fez observações que, mais tarde, o colocariam na trilha da seleção natural.

Algumas das primeiras escalas do Beagle foram feitas na costa brasileira, em Fernando de Noronha, Salvador, Abrolhos e no Rio de Janeiro, onde Darwin passou quatro meses. “Darwin ficou hospedado em Botafogo, que era então um bairro nobre e tranqüilo, onde nobres e embaixadores tinham sítios”, conta Moreira. “Estamos tentando identificar a localização exata da casa em que ele ficou, provavelmente na atual rua São Clemente.” Em 1836, após completar a circunavegação, o Beagle fez novas escalas no Brasil, em Salvador e Recife, em seu caminho rumo à Inglaterra.

A deslumbrante natureza foi o que mais chamou a atenção de Darwin em sua passagem pelo Brasil. Seu diário de bordo e as notas de viagem reunidas anos mais tarde em livro (A viagem do Beagle, disponível em português) refletem o encanto do jovem inglês com a luxuriante paisagem tropical.

“Delícia é um termo fraco para exprimir os sentimentos de um naturalista que, pela primeira vez, se viu perambulando por uma floresta brasileira”, escreveu Darwin sobre sua passagem por Salvador. Seu relato é repleto de adjetivos deslumbrados que exaltavam “a exuberância geral da vegetação”, “a elegância da grama”, “a beleza das flores” ou “o verde lustroso da folhagem”.

Humanismo e preconceito

As notas de viagem de Darwin refletem também sua visão sobre a sociedade brasileira. Em várias passagens, elas manifestam o humanismo do naturalista, que recrimina reiteradas vezes a escravidão contemplada por ele no país. Mas Ildeu Moreira lembra também que as observações do inglês denotam certo preconceito em algumas passagens.

Sua impaciência com a burocracia brasileira, por exemplo, ou sua decepção com os modos rudes com que foi tratado por certos habitantes locais motivaram comentários pouco simpáticos à população brasileira em suas anotações. “Darwin fez algumas generalizações sobre os brasileiros e às vezes julgava as pessoas pela sua aparência ou pela forma como se vestiam”, diz Moreira.

O historiador da ciência chama a atenção também para outro aspecto interessante que se sobressai das anotações feitas por Darwin em sua passagem pelo Brasil. Esses relatos mostram como o inglês foi ajudado por habitantes locais em suas incursões pela mata e nas expedições para coleta de material biológico. Moreira lembra que esses guias, geralmente omitidos nos relatos científicos dos naturalistas, aparecem mais claramente nos relatos de viagem, escritos em estilo mais solto.

“Os índios, escravos e crianças que ajudavam os naturalistas do século 19 tinham um conhecimento que, depois de catalogado e registrado, foi incorporado ao acervo da ciência mundial”, afirma Moreira. “Isso não representa um demérito para esses cientistas, mas nada teria sido feito sem a ajuda desses guias. Não podemos perder a perspectiva de que a ciência dependia do conhecimento das populações nativas.”

Bernardo Esteves 

Ciência Hoje On-line / 16/07/2008

Darwin jovem, quando passou pelo Brasil.

Darwin jovem, quando passou pelo Brasil.

Darwin, idoso.

Darwin, idoso.

Livro: A Viagem do Beagle.

Livro: A Viagem do Beagle.

Navio HMS Beagle.

Navio HMS Beagle.

26 anos da CCS 20 BIB de 1989

Ontem, 13 de fevereiro foi aniversário de vinte e seis anos de incorporação da CCS do 20° BIB, de 1989. Naquela manhã nublada de vinte e seis anos atrás, 75 rapazes passaram a fazer parte da gloriosa Companhia de Comando e Serviço do 20° Batalhão de Infantaria Blindado. Nesse dia muitos destes rapazes começaram a moldar de forma definitiva seu caráter, se tornaram homens. Fui um dos 75 rapazes que fizeram parte da CCS de 1989. Acabei ficando dois anos no Exército e até hoje lembro com carinho e saudade dos muitos amigos que lá fiz, alguns que se tornaram verdadeiros irmãos.

Curitiba, 13/02/1989.

Curitiba, 13/02/1989.

CCS1odia a diaboina preta

Darwin Day

Ontem, 12 de fevereiro, foi comemorado o “Darwin Day”. Charles Darwin nasceu em 12 de fevereiro de 1809, e na data de seu aniversário, seus muitos admiradores espalhados pelo mundo, promovem uma homenagem anual batizada de Darwin Day (Dia de Darwin). O objetivo principal de tal comemoração é ressaltar suas contribuições para a humanidade, pois o inglês Charles Darwin (1809-1882), foi um dos cientistas mais importantes da história. O naturalista revolucionou os conceitos sobre a evolução das espécies por meio da teoria da seleção natural. A teoria de Darwin, apesar de comprovada cientificamente, ainda encontra resistência, principalmente entre os defensores do criacionismo que recusam a evolução.

Uma antiga paixão quase prejudicou a grande viagem da vida de Darwin. Uma mulher quase impediu que Darwin embarcasse no navio HMS Beagle e participasse da expedição, que foi fundamental para os estudos do naturalista sobre a origem das espécies. A antiga namorada Fanny Owen, retomou contato com Darwin meses antes da missão se iniciar. A paixão entre o casal reacendeu e a jovem prometeu esperar o retorno de Darwin. No entanto, ao chegar ao Rio de Janeiro, no início de 1832, o naturalista recebeu uma carta dizendo que Fanny Owen iria se casar com outro. Darwin superou a desilusão amorosa e não abandonou a viagem.

Uma grande dúvida também atormentou Charles Darwin durante algum tempo. Meses antes de casar com sua prima Emma Wedgwood, Darwin resolveu enumerar os prós e os contras do casamento. A partir do seu dilema ele escreveu uma obra, “This is the Question” (Esta é a questão). Pelos argumentos de Darwin, contra o matrimônio pesavam o fim da liberdade de ir para onde quisesse, as despesas e a ansiedade gerada com o nascimento dos filhos. Mas havia algumas vantagens, ponderou, como ter uma esposa e filhos, seria uma aposta contra a solidão. “Essas coisas são boas para a saúde”, destacou na lista publicada pelo site do Darwin Project, que disponibiliza digitalmente documentos importantes da história do naturalista. Depois de muito pensar, no dia 29 de janeiro de 1839, Darwin finalmente se casou. O casamento com Emma Wedgwood deu tão certo que eles tiveram dez filhos.

Em 2009, um exemplar da primeira edição do livro de Darwin, “A origem das Espécies” foi adquirido em um leilão, por cerca de R$ 430.000,00. O exemplar do livro tinha ficado esquecido por anos na estante da casa de uma família que morava na Inglaterra. O leilão coincidiu com o 150º aniversário da publicação do livro. Em 1859, o livro de Darwin foi o mais vendido do ano, com uma tiragem de 1.250 exemplares.

Durante a viagem do navio HMS Beagle, Darwin passou pelo Brasil e ficou impactado com a escravidão. Em um episódio de sua viagem, junto a um rio que banha o estado do Rio de Janeiro, Darwin sentiu vergonha ao tentar se comunicar com um escravo. O naturalista utilizou mímica e outros gestos, mas o negro achou que o cientista iria espancá-lo.

A teoria do naturalista contradiz um dos principais dogmas da religião católica, que é a crença de que Deus criou as espécies tal como elas existem. Conforme avançava em sua teoria, ele percebeu que a evolução poderia colocar em risco os dogmas da religião de sua querida esposa. Por essa razão, ele adiou a publicação de “A Origem das Espécies”, publicando o livro somente quando percebeu que o zoólogo Alfred Russel Wallace havia chegado à mesma conclusão.

Darwin Day 2015.

Darwin Day 2015.

The Origin of Spices.

The Origin of Species.

imagesA9ONMYQN

Livro: A Origem das Espécies.

 

Túnel do Tempo: “Escolinha de Atletismo”

Essa foto quem me enviou foi a Professora Silvana Casali. Ela foi tirada em 1981, no Estádio Municipal de Campo Mourão, para ser publicada num jornal local. A reportagem seria sobre a escolinha de atletismo que tinha sido recém criada e que era coordenada pela Professora Silvana.

Eu tinha 11 anos na época e fiz parte dessa escolinha durante alguns meses. Eu não tinha visto essa foto antes e foi interessante vê-la após mais de trinta anos. Após passados tantos anos, lembro de bem poucos dos que estão na foto. Alguns já até falecerem…

Estou marcado pela seta.

Estou marcado pela seta.