Passeio a pé por Vancouver

Fiz meu primeiro longo passeio a pé pela cidade, indo até o centro de Vancouver, que fica numa ilha. Não sei precisar quantos quilômetros caminhei, mas sei que foram muitos. Saí de casa e caminhei até a praia, depois fui seguindo por calçadas que passam por muitos parques. Eu que achava que Curitiba tinha muitos parques, descobri que aqui tem muito mais. O que não ajudou muito nesse passeio foi o tempo, pois choveu um pouco e fez frio. Mesmo assim foi um passeio divertido e além de conhecer um pouco mais da cidade, pude passar por locais interessantes onde só se pode ir a pé ou de bicicleta. Passei por algumas marinas bonitas e depois atravessei a Burrard Bridge, uma antiga e bela ponte. Primeiro passei por baixo da ponte, um lugar meio sinistro, para depois passar por cima e poder observar a bela vista que se tem lá de cima.

Chegando ao centro da cidade, caminhei por algumas ruas principais observando o movimento e os belos prédios. Atravessei o centro e fui até o outro lado da ilha. Desse lado a vista é ainda mais bonita, pois da para ver as montanhas. Andei bastante ao lado de marinas com muitos barcos e iates ancorados. E vi algo interessante, um aeroporto de hidroaviões. Fiquei um tempo observando as decolagens e aterrissangens na água. Acredito que não seja uma experiência muito boa, principalmente no meu caso, pois não gosto muito de voar. A existência de muitos hidroaviões na cidade é por que em muitas regiões do Canadá só é possível chegar via aérea e pousando na água, em rios.

Sei que passei muitas horas caminhando e descobrindo lugares e coisas interessantes. Gosto de passear dessa forma, caminhando sem pressa e observando tudo. Essa é uma boa maneira de se conhecer uma cidade. Na volta para casa achei melhor ir de ônibus, pois estava cansado de tanto andar. E coincidentemente do meu lado estava sentado um casal de brasileiros, conversando. Fiquei quietinho ouvindo a conversa deles. No exterior nem sempre brasileiro gosta de encontrar brasileiro. Eu particularmente prefiro passar despercebido quando encontro conterrâneos.

Um dos muitos parques por onde passei. (22/09/2011)

Museu Marítimo de Vancouver.

Uma das muitas marinas por onde passei. (22/09/2011)

Atravessando a Burrard Bridge rumo a ilha onde fica o centro de Vancouver.

Pequeno trecho do centro de Vancouver.

Hidroporto (aeroporto de hidroaviões).

Em mais uma marina.

Momento de descanso.

Calçada ao lado do mar, para caminhantes e ciclistas.

Hidroavião “estacionado” na marina.

Mais um pedacinho do centro, no final da tarde. (22/09/2011)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s